Entre olhares: psicologia, artes e promoção de novos modos de subjetivação

  • Shirley Macêdo Vieira de Melo
  • Melina de Carvalho Pereira
  • Ana Soares Teixeira Leite
Palavras-chave: Psicologia, Artes, Formação de Psicólogo, Promoção de Saúde, Serviço Escola

Resumo

O presente artigo contextualiza um projeto de extensão implantado no Centro de Estudos e Práticas em Psicologia (CEPPSI), serviço escola da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). O objetivo principal foi favorecer mudanças em modos de subjetivação e promover saúde para usuários, além de desenvolver competências em estudantes de Psicologia. Participaram professores e estudantes dos cursos de Psicologia e Artes Visuais da UNIVASF, além de colaboradores externos, servidores e terceirizados do CEPPSI. Já foram contemplados efetivamente 159 usuários, em oficinas individuais e grupais, com atividades como pintura em tela, argila, escultura com sucata, fotografia, produção de maquetes e vídeos, e teatro de fantoches. Tendo obtido feedbacks positivos dos usuários e diminuição da lista de espera do serviço-escola, as intervenções favoreceram: aos usuários, novos modos de sentir, pensar e agir, não sendo necessários encaminhamentos em alguns casos; e aos estudantes, o desenvolvimento de atitude e escuta clínicas.

Publicado
2019-10-12
Seção
Artigos