Dramaturgia em foco https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco <p>A&nbsp;<strong>Dramaturgia em foco</strong> (ISSN 2594-7796) dedica-se&nbsp; à publicação de textos acadêmicos (artigos, relatos e ensaios) cujas análises se concentrem na dramaturgia em si ou na dramaturgia comparada a outros textos, outras artes e mídias. Conta também com seções específicas para traduções, peças curtas originais e entrevistas. A periodicidade da revista é semestral. Sua criação está vinculada ao Grupo de Pesquisa Narrativas e Visualidades (CNPq-Univasf).</p> <p>Os volumes 1 e 2 estão disponíveis no site antigo no endereço abaixo e serão&nbsp;migrados para esta plataforma durante o ano de 2019:</p> <p><a href="http://www.periodicos2.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco">http://www.periodicos2.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco</a></p> <p>Para submissões aos números a partir de 2019, utilizar este site.</p> pt-BR revistadramaturgiaemfoco@gmail.com (Revista Dramaturgia em Foco) revistadramaturgiaemfoco@gmail.com (Revista Dramaturgia em Foco) Fri, 21 Jan 2022 00:00:00 +0000 OJS 3.3.0.8 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 O texto dramático em até três páginas - devaneios em tempos pandêmicos https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1780 <p class="western" style="line-height: 150%; text-indent: 1.25cm; margin-bottom: 0cm;" align="justify"><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><span style="font-size: medium;"><span style="background: #ffffff;">Os três textos dramáticos selecionados foram escritos na pandemia (2021), após estudos preliminares sobre a técnica de escrita da dramaturgia. </span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><span style="font-size: medium;">Em cada um deles, um pouco da dramaturgia universal (inspirações literárias!), cujos motes são: a espera de alguém que nunca virá<a class="sdfootnoteanc" href="#sdfootnote1sym" name="sdfootnote1anc"><sup>1</sup></a>, a transformação de uma ave em uma pessoa<a class="sdfootnoteanc" href="#sdfootnote2sym" name="sdfootnote2anc"><sup>2</sup></a>, e o avesso de um primeiro amor<a class="sdfootnoteanc" href="#sdfootnote3sym" name="sdfootnote3anc"><sup>3</sup></a>. O drama em até três páginas com princípio, meio e fim foi desenvolvido, a partir dos objetivos traçados (modelos actanciais das personagens), conflitos e desfechos.</span></span></span></p> <div id="sdfootnote1"> <p class="sdfootnote-western" align="justify"><a class="sdfootnotesym" href="#sdfootnote1anc" name="sdfootnote1sym">1</a><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><em>Esperando Godot</em></span><span style="font-family: Book Antiqua, serif;">, Samuel Beckett.</span></p> </div> <div id="sdfootnote2"> <p class="sdfootnote-western" align="justify"><a class="sdfootnotesym" href="#sdfootnote2anc" name="sdfootnote2sym">2</a><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><em>A dama do mar</em></span><span style="font-family: Book Antiqua, serif;">, Henrik Ibsen.</span></p> </div> <div id="sdfootnote3"> <p class="sdfootnote-western" align="justify"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><a class="sdfootnotesym" href="#sdfootnote3anc" name="sdfootnote3sym">3</a>O conto “Primeiro Amor”, Samuel Beckett. </span></p> </div> Domingos Sávio Ferreira de Oliveira Copyright (c) 2022 Dramaturgia em foco https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1780 Tue, 17 May 2022 00:00:00 +0000 Lição de botânica, de Machado de Assis https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1756 <p>Texto da peça <em>Lição de botânica</em>, de Machado de Assis, com apresentação do Prof. João Roberto Gomes de Faria (FFLCH-USP/Unifesp), inaugurando a seção <strong>Peças em domínio público</strong> da revista.</p> João Roberto Gomes de Faria Copyright (c) 2022 Dramaturgia em foco https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1756 Fri, 21 Jan 2022 00:00:00 +0000 Encontro e ritual em dramaturgias de festa https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1741 <p style="line-height: 100%; orphans: 2; widows: 2; margin-bottom: 0cm;" align="justify"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><span style="font-size: medium;">Dramaturgias de festa é uma noção constituída a partir de considerações de diversos autores, sobre temas como dramaturgia, festa, ritual e encontro. Esta noção plural é desenvolvida neste artigo através da elaboração sobre diferentes conceitos de dramaturgia, focando principalmente em um sentido de roteiro composto por propostas de ações a serem realizadas coletivamente com o público. O aspecto específico da festa é elaborado com a ideia de festividade de Patrícia Fagundes (2010) e ritos informais de Roberto DaMatta (1997), cujos apontamentos são contrastados ao conceito de ritual de Victor Turner (1982; 1998). A concepção de dramaturgias de festa então é utilizada para observar os espetáculos das Noites de Parangolé, do grupo carioca Teatro de Anônimo, investigando sua disposição na relação entre cena e festa.</span></span></p> Matilde Wrublevski Pereira Copyright (c) 2022 Dramaturgia em foco https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1741 Wed, 04 May 2022 00:00:00 +0000 As ilusões perdidas da modernização https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1793 <p style="line-height: 100%; page-break-inside: auto; orphans: 2; widows: 2; margin-bottom: 0cm; border: none; padding: 0cm; page-break-before: auto; page-break-after: auto;" align="justify"><span style="font-variant: normal;"><span style="color: #000000;"><span style="text-decoration: none;"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><span style="font-size: medium;"><span style="font-style: normal;"><span style="font-weight: normal;"><span style="background: transparent;">Neste artigo, empenhamo-nos em uma breve leitura de </span></span></span></span></span></span></span></span><span style="font-variant: normal;"><span style="color: #000000;"><span style="text-decoration: none;"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><span style="font-size: medium;"><em><span style="font-weight: normal;"><span style="background: transparent;">Dois perdidos numa noite suja, </span></span></em></span></span></span></span></span><span style="font-variant: normal;"><span style="color: #000000;"><span style="text-decoration: none;"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><span style="font-size: medium;"><span style="font-style: normal;"><span style="font-weight: normal;"><span style="background: transparent;">peça em dois atos de Plínio Marcos, escrita e encenada pela primeira vez em 1966. Apostamos estar cifrado neste cenário intimista e individualista de um quarto com dois hóspedes “perdidos” as frustrações e as ilusões perdidas de uma modernização conservadora. Nosso estudo terá três focos principais: 1) a “camaradagem violenta”, vislumbrada através de diálogos curtos e incisivos, que estabelece uma hierarquia vertiginosa e frágil entre as personagens; 2) a intersubjetividade marcada pelas chacotas e desafios chauvinistas, todas com foco na sexualidade do outro, criando uma dinâmica entre “ser” e “parecer”; e 3) os desejos frustrados concentrados não só nas falas, mas também, por meio da economia da peça, nos objetos de cena, como os sapatos, a gaita, a flauta e a arma.</span></span></span></span></span></span></span></span></p> <p style="font-variant: normal; font-style: normal; font-weight: normal; line-height: 100%; orphans: 2; widows: 2; margin-bottom: 0cm; border: none; padding: 0cm; text-decoration: none;" align="justify"> </p> <p><span style="font-weight: 400;"> </span></p> Roberto F. do Nascimento Jr. Copyright (c) 2022 Dramaturgia em foco https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1793 Wed, 04 May 2022 00:00:00 +0000 Os gigantes nos quadrinhos https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1815 <p style="margin-bottom: 0.28cm;" align="justify"><span style="font-family: Book Antiqua, serif;"><span style="font-size: medium;">Este artigo apresenta um paralelo entre a linguagem da peça teatral </span><span style="font-size: medium;"><em>Os gigantes da montanha</em></span><span style="font-size: medium;">, de Pirandello, encenada pelo Grupo Galpão, e a da narrativa gráfica, analisando os elementos que aproximam e distanciam as duas criações. </span>Passa pelo estudo do enredo do espetáculo e a adaptação realizada para recontar a história sob a forma de história em quadrinhos, preservando, contudo, as características do espetáculo que o Grupo Galpão levou ao palco.</span></p> <p> </p> Tiago Henrique Pimentel Pereira Copyright (c) 2022 Dramaturgia em foco https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/dramaturgiaemfoco/article/view/1815 Fri, 13 May 2022 00:00:00 +0000