Percepção dos professores da educação básica sobre o Programa de Saúde na Escola em Marabá, PA

Autores

Palavras-chave:

Programa Saúde na Escola; percepção dos professores; saúde na escola

Resumo

O objetivo deste relato de experiência foi apresentar a percepção dos professores da educação básica sobre o Programa Saúde na Escola e sua relação com educação em saúde. Foram realizadas oficinas em duas escolas públicas de Marabá com os professores divididas em três momentos. Primeiramente realizou-se uma dinâmica de grupo para socialização. No segundo momento, os docentes foram divididos em três grupos para a confecção de uma colagem para responder: “o que é saúde na escola?”. Em seguida, a política do PSE foi apresentada e explicada, logo, os professores elencaram os conhecimentos e saberes sobre a educação em saúde. As opiniões foram diversificadas entre os grupos demonstrando algum conhecimento sobre o conceito de saúde na escola, conquistado pela rotina escolar e as práticas educativas nas escolas. Onde nos desafios quanto a questão do ensino-aprendizagem, apresentaram também um entendimento de saúde na escola com a realidade vivida. O desenvolvimento das oficinas evidenciou realidades semelhantes entre as escolas. Possibilitar a visualização ampliada de saúde, ensejam reflexões sobre os problemas de saúde que resultará diretamente na qualidade de vida e também no processo ensino-aprendizagem dos alunos.

Biografia do Autor

Gabriel Brito Procópio, Unifesspa

Técnico em Enfermagem pela Instituição de Ensino: Centro Técnico Profissionalizante (CTP). Sanitarista formado no Curso de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA).

Publicado

2021-12-31

Edição

Seção

Relatos de Experiência