ANÁLISE DA CONECTIVIDADE DOS ESTUDANTES DE MEDICINA COM A ÁREA MÉDICA DURANTE A PANDEMIA DO COVID-19

Autores

  • Welisson Conrado Carvalho Universidade Federal do Vale do São Francisco https://orcid.org/0000-0003-2376-4815
  • Pedro Victor Freitas Medrado Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Karen Ruggeri Saad Universidade Federal do Vale do São Francisco

Palavras-chave:

COVID-19, Pandemia, Educação médica

Resumo

A necessidade de distanciamento social no Brasil, devido a pandemia do COVID-19, ocasionou a suspensão das atividades presenciais nas instituições médicas de ensino superior. O distanciamento pode produzir dois comportamentos passíveis de análise: a manutenção da conexão do estudante com temas do curso médico, por meio das plataformas digitais, ou a desconexão com os temas médicos. Nesse aspecto, buscou-se analisar o padrão de conectividade do estudante de medicina com temas relacionados à área médica durante o isolamento social imposto pela pandemia de COVID-19. Para tanto, foi realizado um estudo observacional, por meio de um questionário on-line, durante os meses de outubro e novembro de 2020, com estudantes da área médica do 1º ao 6º ano, onde verificou-se a manutenção de sua conectividade com os temas da área médica. Bem como foi feita a análise das plataformas usadas, percepção individual sobre qualidade e critérios para seleção dos temas, respeitando-se todos os aspectos éticos da pesquisa com seres humanos, salientando a aprovação do presente trabalho pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano – IF SERTÃO-PE (Certificado de Apresentação para Apreciação Ética: 38348020.4.0000.8052 – IF SERTÃO-PE). Desse modo, observou-se que grande parte dos estudantes médicos optaram pela manutenção de sua conexão com a área médica e, para isso, utilizaram principalmente as tecnologias digitais de informação. Nesse contexto, é enfatizado o importante papel desempenhado pelas instituições médicas de ensino superior para a manutenção da conectividade desses estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Welisson Conrado Carvalho, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Graduando em Medicina (UNIVASF)

Karen Ruggeri Saad, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Possui Graduação em Fisioterapia pela Universidade de São Paulo (2000), Especialização em Fisioterapia em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade Federal de São Paulo (2004), Mestrado em Ciências da Reabilitação pela Universidade de Sao Paulo (2008) e Doutorado em Ciências Cirúrgicas Interdisciplinares pela Universidade Federal de São Paulo (2011). Atualmente é professora associada da disciplina de Morfologia do curso de medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco e docente do programa profissional de Mestrado em Dinâmicas do Desenvolvimento do Semiárido. Tem experiência nas áreas de avaliação postural, disfunção musculoesquelética e lesão de isquemia e reperfusão em modelos experimentais de trauma.

Downloads

Publicado

2022-09-09

Como Citar

Conrado Carvalho, W., Freitas Medrado, P. V., & Ruggeri Saad, K. (2022). ANÁLISE DA CONECTIVIDADE DOS ESTUDANTES DE MEDICINA COM A ÁREA MÉDICA DURANTE A PANDEMIA DO COVID-19. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 12(28). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1631