SEXUALIDADE E EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA

UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.12690955

Palavras-chave:

Educação Sexual, Oficinas, Adolescentes

Resumo

O texto relata a experiência de profissionais de uma Equipe de Saúde da Família que desenvolveram, em parceria com uma escola pública municipal no interior do Ceará, oficinas sobre educação sexual e reprodutiva. As atividades tinham como objetivo promover discussões sobre a importância de uma abordagem adequada da sexualidade, envolvendo a participação de pais, alunos e professores no ambiente escolar e sensibilizar sobre a relevância da educação sexual e reprodutiva em sala de aula. As oficinas foram divididas em momentos distintos, direcionados respectivamente aos pais, alunos de 13 a 15 anos e professores, os quais receberam explanações lúdicas e dinâmicas sobre o tema. Os resultados indicaram que os pais e os adolescentes foram receptivos, porém pouco participativos nas oficinas, demonstrando certo constrangimento e dificuldade em discutir o assunto em família. Por outro lado, a maioria dos professores aproveitou o momento para expressar suas dúvidas e as barreiras encontradas ao abordar o tema em sala de aula, estreitando os laços com os profissionais de saúde a fim de solidificar a relação entre saúde e educação na comunidade.

Biografia do Autor

Ezaquielly Ferreira Pereira Silani, univasf

Pós-graduanda do Mestrado em Extensão Rural da Universidade Federal do Vale do São Francisco

Kedma Magalhães Lima, univasf

Professora lotada no Colegiado de Enfermagem da Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Michelle Christini Araújo Vieira, univasf

Professora lotada no Colegiado de Enfermagem da Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Sabrina Santos do Nascimento, univasf

Academica de Enfermagem da Universidade Federal do Vale do são Francisco

Downloads

Publicado

2024-06-21

Edição

Seção

Relatos de Experiência