POSSIBILIDADES PRÁTICAS DE DINAMIZAR A MONITORIA ACADÊMICA

UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Erika Cristiane da Silva Universidade Federal de Pernambuco
  • Elisabeth Afonso Brandão Theodoro Markenzie
  • Ingrid Natacha Ferraz Ferreira da Silva Centro Universitário Estácio do Recife
  • Josidan da Silva Lima Centro Universitário Estácio do Recife
  • Mikaella de Oliveira Carneiro Centro Universitário Estácio do Recife.
  • Thaíssy dos Santos Nascimento

Palavras-chave:

Atividades lúdicas, Metodologias, Monitores, Oficinas

Resumo

Monitores de componentes curriculares provavelmente enfrentam dificuldades na condução de suas monitorias, por se tratar de atividadespedagógicase não haver um treinamento quedê nortepara tanto.Diante disso, um projeto de extensão, foco dorelatode experiência deste artigo, foi desenvolvidocom o intuito de prepararos monitores de umCentro Universitário da cidade doRecife a adotarem práticas pedagógicas lúdicas e mais dinâmicas, contextualizadas com a necessidade dos conteúdos didáticos e o perfil da turma atendida. Para tanto, especificamente, objetivou-se:(1) preparar os monitores parautilizarem jogos didáticos em suas interações pedagógicascom os alunos; (2) a partir de oficinas, dramatizar conteúdos  pedagógicos,  incentivando  os  monitores  a adotarem  o  teatro  como  ferramenta  de  contextualização  dos  conteúdos didáticos; (3) demonstrarpara osmonitores comousarem as normas da ABNT, tomando como ponto de partida a apresentação dos erros mais comuns ao usá-las.  Para  executar  tal  intervenção  os  materiais  necessários foram: datashow,  piloto,  papéis  impressos,  materiais  reaproveitados,  como  garrafa pet. A primeira atividade programada foia realização de dois grupos focais com monitores do centro universitário referido (duração de1 hcada um), por meio dos  quais foram levantadas  as  práticas  de  monitoria  bem  sucedidas, objetivando compartilhá-las nas oficinas posteriores. Para qualidade e melhor operacionalização das oficinas (duração de duas horas), cada uma pode contar com,  no  máximo,  20  integrantes. Sugere-se  que intervenções  semelhantes sejamrealizadas, haja  vistaque  tem  baixo  custo  e  é  uma  forma  de  gerar ganhos a todos os envolvidos, monitores, professores, alunos e até mesmo, indiretamente,  a  sociedade,  que  se  beneficia  quando  o  conhecimento acadêmico faz mais sentido na vida dos estudantes em formação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Cristiane da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

É psicóloga clínica, docente do ensino superior, mestre em Psicologia e doutoranda em Psicologia Cognitiva-UFPE. 

Elisabeth Afonso Brandão Theodoro, Markenzie

Pós-graduanda em  Atendimento Clínico na Abordagem

Fenomenológica Existencial

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Ingrid Natacha Ferraz Ferreira da Silva, Centro Universitário Estácio do Recife

Pós-graduanda em Intervenção ABA para Autismo e Deficiência intelectual

Centro Universitário Celso Lisboa

Josidan da Silva Lima, Centro Universitário Estácio do Recife

Graduando em Psicologia 

Mikaella de Oliveira Carneiro, Centro Universitário Estácio do Recife.

Graduada em Psicologia

Centro Universitário Estácio do Recife

Thaíssy dos Santos Nascimento

É mestranda em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco.

Downloads

Publicado

2021-03-15

Como Citar

Silva, E. C. da, Brandão Theodoro, E. A. ., Natacha Ferraz Ferreira da Silva, I. . ., Lima, J. da S., de Oliveira Carneiro, M. ., & dos Santos Nascimento, T. (2021). POSSIBILIDADES PRÁTICAS DE DINAMIZAR A MONITORIA ACADÊMICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 11(24). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1002

Edição

Seção

Relatos de Experiências