INTERPRETANDO E CONSTRUINDO REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS COM ESTUDANTES DO 5° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Autores

  • Lucineide de Universidade Federal de Alagoas
  • Amauri da Silva Barros Universidade Federal de Alagoas
  • Givaldo Oliveira dos Santos Instituto Federal de Alagoas

Palavras-chave:

Pesquisa de opinião, Gráficos, Escala

Resumo

No presente artigo, apresenta-se um relato de experiência das contribuições de uma Sequência Didática (SD) baseada na perspectiva do ciclo de investigação científica. A pesquisa utilizou a abordagem de pesquisa-ação-participante com caráter qualitativo. A SD foi vivenciada a partir de uma pesquisa de opinião, em que se buscou desenvolver a aprendizagem sobre leitura, interpretação e construção de gráfico de barra e linha. Os participantes foram estudantes do 5° ano do Ensino Fundamental de uma escola pública do município de Maceió-AL. Os resultados obtidos evidenciaram que, após a SD, os estudantes passaram a produzir representações gráficas mais completas, mostrando que o ensino da Estatística na Educação Básica não pode se limitar ao contexto apenas da leitura. Para promover o letramento estatístico, é preciso ensinar conceitos e procedimentos estatísticos, permitindo que os estudantes tenham oportunidades de problematizar, planejar e executar a pesquisa, promovendo assim o desenvolvimento do pensamento estatístico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amauri da Silva Barros, Universidade Federal de Alagoas

Graduado em Matemática (Licenciatura) pela Universidade Federal de Alagoas (1991), mestrado em Matemática pela Universidade Federal do Ceará (1996) e doutorado em Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Atualmente sou professor Associado 4 da Universidade Federal de Alagoas, atuando na Graduação e em dois Mestrados Profissionais na área de Matemática (PROFMAT e PPGECIM), com ênfase nos Saberes e Práticas Docentes. No campo administrativo atuou como Coordenador dos Cursos de Licenciatura em Matemática (presencial e na modalidade de EaD), Chefia do Departamento de Matemática, Diretor do Instituto de Matemática (de 2006 a 20011) e Pró-Reitor de Graduação da Ufal de dezembro de 2011 a janeiro de 2016. Também estou colaborando com o INEP/MEC, desde 2007, como avaliador institucional e de curso, especialmente nas atividades de (Re)Credenciamento Institucional e Credenciamento/Aditamento de Polos de Apoio Presencial. Recentemente, em Janeiro de 2020, reassumiu a Pró-Reitoria de Graduação da Ufal.

Givaldo Oliveira dos Santos , Instituto Federal de Alagoas

Possui graduação em MATEMÁTICA pela Universidade Federal de Alagoas (1991), mestrado em Matemática pela Universidade Federal do Ceará (1996) e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Atualmente é professor efetivo associado, com dedicação exclusiva, do Instituto Federal de Alagoas - Campus Maceió. Professor do curso de Licenciatura em Matemática, além disso, é professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: meio ambiente, educação ambiental, ensino aprendizagem, proteção ambiental e algoritmo. Também tem experiencia em Engenharia Eletrica, atuando prinicipalmente em Codificação e Decodificação de Códigos.

Downloads

Publicado

2021-09-13

Como Citar

de, L., da Silva Barros, A. ., & Oliveira dos Santos , G. . (2021). INTERPRETANDO E CONSTRUINDO REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS COM ESTUDANTES DO 5° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 11(25). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1244