PROGRAMA ENSINO INTEGRAL

UM RELATO CRÍTICO DE EXPERIÊNCIA À LUZ DO DIÁLOGO INTERDISCIPLINAR ENTRE EDUCAÇÃO E SAÚDE

Autores

  • Álvaro de Souza Maiotti Universidade Federal de São Paulo

Palavras-chave:

Articulação Educação-Saúde, Programa Ensino Integral, Exploração do Trabalho Docente

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar um relato crítico de experiência docente, realizada em uma escola estadual paulista adepta às diretrizes do Programa Ensino Integral. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo pesquisa participante. Os dados foram obtidos por meio da observação dos elementos que compõem a dinâmica da rotina escolar e da análise dos documentos oficiais e resoluções que regem o programa, além das leis e decretos estaduais e federais pertinentes ao tema. O referencial teórico que sustentou as análises abarca textos de autores que versam sobre educação, saúde e a interface entre essas duas áreas do conhecimento. Em síntese, constatou-se que a exploração do trabalho docente, institucionalizada através do referido programa, produz impactos negativos na saúde mental e física dos professores que atuam no programa, afetando consequentemente a formação dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-04

Como Citar

de Souza Maiotti, Álvaro. (2021). PROGRAMA ENSINO INTEGRAL: UM RELATO CRÍTICO DE EXPERIÊNCIA À LUZ DO DIÁLOGO INTERDISCIPLINAR ENTRE EDUCAÇÃO E SAÚDE. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 11(25). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1513

Edição

Seção

Dossiê Temático – Educação e Saúde: conversando com saberes interdisciplinares