AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DESENVOLVIDAS NO BRASIL SOBRE HANSENÍASE

Autores

  • Vitoria Ingryd dos Santos Cardoso Universidade Federal de Alagoas https://orcid.org/0000-0001-7938-3304
  • Ayara Jhulia Palmeira Dantas Lima Universidade Federal de Alagoas
  • Samilla Cristinny Santos Universidade Federal de Alagoas
  • Carolinne de Sales Marques Universidade Federal de Alagoas

Palavras-chave:

Hanseníase, Educação em Saúde, Brasil

Resumo

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa, causada pelo Mycobacterium leprae. Ações de educação em saúde são desenvolvidas, no Brasil, com o intuito de reduzir a sua carga. Este estudo objetivou identificar as ações de educação em saúde que estão sendo desenvolvidas no Brasil sobre Hanseníase nos últimos 10 anos (2010-2020). Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, com busca nas bases de dados Lilacs, Medline e PubMed, utilizando os descritores “educação em saúde”, “hanseníase” e “Brasil” em português e em inglês. Para a estratégia de busca, foi aplicado o operador booleano “AND”. Das 227 produções científicas encontradas, 13 correspondiam aos objetivos desta revisão e foram incluídas para análise. As ações de educação em saúde abordadas nos artigos foram desenvolvidas em oito diferentes estados do Brasil: Rio de Janeiro, Pernambuco, Pará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Tocantins, Ceará e Mato Grosso. Dentre os estudos analisados, 69,2% (n=9) das intervenções incluíam menores de 15 anos como público-alvo e nove das sete atividades educacionais eram voltadas para hanseníase e traziam dados da equipe executora, do setor de   enfermagem. Em relação à categoria de intervenção, 84,6% (n=11) usaram as metodologias ativas como estratégia para a disseminação do conhecimento sobre hanseníase. Pode-se observar que grande parte das ações foram desenvolvidas para escolares. Além disso, as atividades voltadas para os profissionais de saúde necessitam abranger os agentes comunitários de saúde. Por fim, as maiores frequências de estratégias de educação em saúde são realizadas em municípios de menor porte e com maior cobertura de saúde da família. Essas intervenções devem fazer uso cada vez mais das metodologias ativas na sua execução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitoria Ingryd dos Santos Cardoso, Universidade Federal de Alagoas

Discente do Curso de Medicina

Centro de Ciências Médicas e Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca, Alagoas, Brasil

Ayara Jhulia Palmeira Dantas Lima, Universidade Federal de Alagoas

Discente do Curso de Medicina

Centro de Ciências Médicas e Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca, Alagoas, Brasil

Samilla Cristinny Santos, Universidade Federal de Alagoas

Discente do Curso de Medicina

Centro de Ciências Médicas e Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca, Alagoas, Brasil

Carolinne de Sales Marques, Universidade Federal de Alagoas

PhD. Laboratório de Biologia Molecular e Genética, Centro de Ciências Médicas e Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca, Alagoas, Brasil

Downloads

Publicado

2022-02-11

Como Citar

Cardoso, V. I. dos S., Lima, A. J. P. D. ., Santos, S. C. ., & Marques, C. de S. (2022). AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DESENVOLVIDAS NO BRASIL SOBRE HANSENÍASE. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 12(27). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1543