ACESSIBILIDADE ATITUDINAL E A PROMOÇÃO DE SAÚDE MENTAL:

RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA REMOTA PARA DOCENTES NO ENSINO SUPERIOR

Autores

  • Edmarcius Carvalho Novaes Universidade Vale do Rio Doce
  • Adriana de Oliveira Leite Coelho Universidade Vale do Rio Doce
  • Adriana Mara Pimentel Maia Portugal Universidade Vale do Rio Doce
  • Augusto Ramos Ferreira Leite Universidade Vale do Rio Doce
  • Yandra dos Santos Gonçalves Universidade Vale do Rio Doce

Palavras-chave:

EnEnsino Remoto Emergencial, Formação Pedagógica, Acessibilidade Atitudinal, Saúde Mental, Ensino Superior

Resumo

No atual contexto de pandemia as instituições de ensino superior se viram mobilizadas a realizarem adequação dos processos de ensino-aprendizagem para o formato de Ensino Remoto Emergencial. Por outro lado, houve um aumento expressivo de adoecimento mental por parte de discentes face as incertezas provenientes do momento, bem como a necessidade de fortalecer serviços de apoio psicológicos aos estudantes. Tais demandas sinalizam para a acessibilidade atitudinal como uma forma de promoção da saúde mental no contexto universitário. Este artigo tem por objetivo relatar a experiência de uma formação pedagógica remota para docentes sobre acessibilidade atitudinal e sua relação com a promoção de saúde mental no contexto universitário. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, em que se apresenta resultados obtidos na execução da IV Jornada de Educação Inclusiva, evento realizado em uma instituição de ensino superior localizada em Governador Valadares – MG. Resulta-se que a acessibilidade atitudinal no contexto universitário é necessária para se pensar o processo de ensino e aprendizagem sem barreiras atitudinais que impeçam e/ou dificultam a inclusão social, a partir de ações que combatam práticas de discriminações, estigmas, estereótipos e preconceitos direcionadas a pessoas pertencentes a grupos minoritários historicamente excluídos dos processos sociais. Conclui-se que a formação pedagógica de docentes vivenciada de forma remota promoveu a reflexão sobre as contribuições da acessibilidade atitudinal para a promoção da saúde mental no contexto universitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-12-03

Como Citar

Carvalho Novaes, E., de Oliveira Leite Coelho, A., Mara Pimentel Maia Portugal, A., Ramos Ferreira Leite, A., & dos Santos Gonçalves, Y. (2022). ACESSIBILIDADE ATITUDINAL E A PROMOÇÃO DE SAÚDE MENTAL:: RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA REMOTA PARA DOCENTES NO ENSINO SUPERIOR. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 12(29). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1875