EM TEMPOS DE COVID-19

PROPOSTA DIDÁTICA SOBRE BIOÉTICA COM BASE NO FILME “CONTÁGIO”

Autores

  • Maria Helena Machado FIOCRUZ-IOC
  • Rosane Meirelles Instituto Oswaldo Cruz - FIOCRUZ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Ensino de Genética, Bioética, Filme como estratégia didática

Resumo

Apresenta e propõe-se, neste artigo, uma estratégia didática com base em um filme do gênero ficção científica, que aborda os conceitos de Genética com ponderações éticas e morais. Elaborou-se essa proposta didática tendo como objeto de pesquisa a análise sobre o Filme “Contágio”, a fim de facilitar a mediação sobre questões bioéticas em relação à recente pandemia, causada pelo novo coronavírus, com interfaces no ensino de genética para estudantes do Ensino Médio. O filme revela a rápida disseminação de um vírus letal, transmitido pelo ar, e que mata a pessoa infectada em poucos dias. O filme proposto constitui uma história de ficção científica, e pode levar a reflexões importantes sobre bioética — em relação a falsas notícias e interesses econômicos. Elaborou-se um roteiro docente  com base em recortes temporais da obra fílmica, para discussão da temática bioética. As atividades propostas neste artigo apresentam sugestões de debates sobre valores éticos e morais, e os princípios que regem o comportamento humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Helena Machado, FIOCRUZ-IOC

Doutorado em Ensino em Biociências e Saúde (FIOCRUZ/IOC). Mestrado em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente (UNIFOA). Especialização em Biologia Parasitária (USS). Graduada em Ciências Físicas e Biológicas (UGB). Professora da rede pública de ensino desde 1992, atuando com o ensino fundamental e médio, incluindo o curso de magistério em nível médio e ensino médio em tempo integral . Atuou como Coordenadora Pedagógica da Secretaria de Educação (Pinheiral). Atualmente é professora do Ensino Médio da SEEDUC/RJ (desde 1998), ministrando aulas de Biologia e Química.

Rosane Meirelles, Instituto Oswaldo Cruz - FIOCRUZ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutora e Mestre em Ciências pelo Programa de Biologia Celular e Molecular do Instituto Oswaldo Cruz (IOC-Fiocruz) e graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) pela UNESP (Universidade Estadual Paulista - campus Rio Claro-SP). Professora Adjunta no Departamento de Ensino de Ciências e Biologia (DECB - IBRAG - UERJ), desde 2015. Coordenadora adjunta no Programa stricto sensu em Ensino em Biociências e Saúde em convênio com o Laboratório de Inovações em Terapias, Ensino e Bioprodutos (LITEB - IOC - Fiocruz) e orientadora no Programa de Mestrado Profissional em Ensino de Biologia (PROFBIO - associada UERJ). Coordenadora adjunta no Curso lato sensu em Ensino de Ciências (DECB - IBRAG - UERJ). Atua nas linhas de pesquisa: Ensino-aprendizagem em Ciências e Biologia; Educação em Saúde; Educação Ambiental; CiênciArte, Divulgação Científica (Mestrado Acadêmico e Doutorado) e Produção e Avaliação de Recursos Didáticos para o Ensino de Ciências e Biologia (Lato sensu e Mestrado Profissional). Bolsista Prociência (UERJ-FAPERJ): 2017-2020/ 2020-atual.

Downloads

Publicado

2022-12-03

Como Citar

Machado, M. H., & Moreira Meirelles, R. . (2022). EM TEMPOS DE COVID-19: PROPOSTA DIDÁTICA SOBRE BIOÉTICA COM BASE NO FILME “CONTÁGIO”. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 12(29). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1891