AS PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA

UMA ANÁLISE DO DOCUMENTO CURRICULAR DO ESTADO DO PIAUÍ

Autores

  • Adelson Almeida da Costa Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)
  • Márlon Melquíades da Cruz Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)
  • Maria do Socorro Lima Franco Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)
  • Raimundo Erick de Sousa Agapto Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)
  • Diego Luz Moura Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)

Palavras-chave:

Práticas Corporais de Aventura, PCA, Educação Física, Ensino, Currículo

Resumo

O objetivo desse artigo é analisar as Práticas Corporais de Aventura (PCAs) na Proposta Curricular do Piauí nos anos finais do Ensino Fundamental. Foi realizada uma análise documental do Documento Curricular do Ensino Fundamental do estado do Piauí. Foram selecionados tópicos sobre o ensino das PCAs e organizados em quatro categorias: Dimensões do conteúdo nas PCAs; Integridade física e segurança nas PCAs; Adaptação das PCAs à realidade escolar; e, As PCAs e a preservação do patrimônio público e natural. Os dados foram analisados através da análise de conteúdo (BARDIN, 2011). A presença do conteúdo PCAs no currículo, além de assegurar sua abordagem nas aulas de Educação Física diversificam as práticas corporais a serem vivenciadas na educação básica. No entanto, esse conteúdo só é proposto ao 6° e 7° ano, divergindo da BNCC, que prescreve sua tematização do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adelson Almeida da Costa, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)

Adelson Almeida da Costa, é Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) campus de Petrolina-PE (2020-2022) e membro do Laboratório de Estudos Culturais e Pedagógicos da Educação Física (LECPEF). Realizou Estágio Docente na UNIVASF (2021.2). Possui Licenciatura em Educação Física pela Universidade Estadual do Piauí-UESPI e Especialização em Educação Física Escolar e, em Psicopedagogia Institucional e Clínica. Professor efetivo da rede municipal de ensino do município de Dom Inocêncio-PI (2001) e da rede estadual de ensino do Piauí (2015), com experiência no ensino da Educação Física no Ensino Fundamental, Ensino Médio, EJA e treinamento de atletismo para os Jogos Escolares. É coordenador do projeto de educação teológica (cursos Básico, Médio e Avançado em Teologia), em Dom Inocêncio-PI e, autor do livro: Assembleia de Deus em Dom Inocêncio-Piauí: 30 anos evangelizando, transformando vidas e fazendo história. Autor do artigo: ?Atletismo na Escola: Alternativas e possibilidades de ensino?; Co-autor do artigo: ?O Estágio Supervisionado na Formação do Professor de Educação Física: Refletindo sobre o Diálogo entre Teoria e Prática". Autor dos resumos: "Relato de experiência sobre o ensino do atletismo com materiais alternativos em uma escola pública do Piauí"; "A Importância da Educação Física na percepção dos alunos e professores do primeiro siclo do Ensino Fundamental, de uma escola pública do Piauí"; e, ?Ensino do Atletismo com materiais alternativos: uma análise de experiência?, todos apresentados em congresso científico (CEFIVASF, 2017 e FIEP, 2018, 2021) respectivamente, no formato Poster. Na rede municipal, desenvolveu o projeto de ensino do atletismo com materiais alternativos, confeccionando com os alunos os próprios materiais a serem utilizados, para suprir a carência e dar sentido pedagógico aos conteúdos teóricos abordados em sala de aula. O projeto ?Atletismo na Escola: Alternativas e possibilidades de ensino", cadastrado no Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (CAAE nº 83381717.9.0000.5196), aprovado pelo Parecer nº 2.769.033, foi executado no segundo semestre de 2018, concorreu a dois prêmios em 2019 (Educador Nota 10 e Professores do Brasil) e deu origem a um artigo científico. Na rede estadual, desenvolveu o projeto Esporte Educacional (2010-2017), levando os jovens a participar dos Jogos das Escolas Públicas do Estado do Piauí- JEPEPs, nas escolas da micro região e na capital Teresina.

Márlon Melquíades da Cruz, Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual do Piauí (2016). É especialista em Saúde Pública com Docência no Ensino Superior e no momento faz pós-graduação nível MESTRADO (UNIVASF). Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física, atuando principalmente no seguinte tema: educação alimentar, avaliação e preparação física.

Maria do Socorro Lima Franco, Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)

Maria do Socorro de Lima Franco é graduada em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade de Pernambuco (UPE), em 1999. Possui especialização em Treinamento Desportivo pela Faculdade Montenegro (2007) e Especialização em Educação Física Escolar e Recreação pela Faculdade de Educação e Tecnologia da Região Missioneira (FETREMIS) no ano de 2014. Atualmente é professora efetiva de Educação Física Escolar, Treinadora de Voleibol e Treinadora de Natação no Colégio da Policia Militar Alfredo Viana, na cidade de Juazeiro/BA, pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia. Faz parte do grupo de pesquisa do Laboratório de Estudos Culturais e Pedagógicos da Educação Física (LECPEF) na Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), coordenado pelo professor Dr. Diego Luz Moura. 

Raimundo Erick de Sousa Agapto, Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)

Possui graduação em Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer pelo Instituto Federal do Ceará - Reitoria (2007) e Licenciatura Educação Física pelo Instituto Federal do Ceará - Reitoria (2008). Especialização em Fisiologia do Exercício pela Faculdades Integradas de Patos-FIP. É professor no Curso de Licenciatura em Educação Física do IFCE - Campus Canindé. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Esportes de Aventura e Lazer.

Diego Luz Moura, Universidade Federal do Vale do São Francisco ((UNIVASF)

Doutor em Educação Física pela Universidade Gama Filho (UGF). Realizou estágio de pós-doutorado em Ciências do Exercício e do Esporte (UERJ). É Professor Adjunto da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Atua no curso de Licenciatura em Educação Física e nos cursos de Mestrado em Educação Física. É líder do LECPEF (Laboratório de Estudos Culturais e Pedagógicos da Educação Física). Possui experiência no ensino da educação física na educação básica tendo atuado na Secretaria Municipal e Estadual de Educação do Rio de Janeiro, ministrando aulas para o ensino infantil, fundamental, médio e EJA. Coordena o projeto de extensão Dialogando sobre o Ensino da Educação Física que desde 2016 promove espaços de formação permanente para professores de educação física da Educação Básica. É revisor dos principais periódicos do campo da educação e da educação física. Atuou como coordenador do curso de licenciatura em Educação Física da Univasf no período de 2015-2019. É coordenador dos estágios de licenciatura da Univasf. Compõe o comitê científico do GTT escola do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) desde o ao de 2015. Seu interesse e trajetória de investigação se baseiam nos estudos sobre os aspectos pedagógicos do ensino da educação física e os aspectos socioculturais da atividade física e do esporte. Participa de 4 projetos de pesquisa como coordenador. Orientou 18 dissertações de mestrado, 8 trabalhos de Iniciação Científica e 58 trabalhos de conclusão de curso. Publicou 78 artigos completos em periódicos nacionais e internacionais, 12 livros e 9 capítulos de livro. Dentre estas obras destacam-se o livro: "Cultura e educação Física escolar: da teoria à prática" publicado pela editora Phorte no ano de 2012 e a coletânea de livros "Dialogando sobre o ensino da educação física" publicado pela editora CRV. Esta coletânea compõe um conjunto de 8 livros construídos para auxiliar diretamente os professores de educação física que atuam nas escolas nos temas: atletismo, lutas, ginásticas, danças, esportes coletivos, atividades de aventura, jogos populares e esportes de rebatidas. 

Downloads

Publicado

2022-09-09

Como Citar

Almeida da Costa, A., Melquíades da Cruz, F. M., Lima Franco, M. do S., de Sousa Agapto, R. E., & Luz Moura, D. (2022). AS PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA: UMA ANÁLISE DO DOCUMENTO CURRICULAR DO ESTADO DO PIAUÍ. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 12(28). Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1771